(41) 3122-2091 (51) 9-9920-7592

A IMPORTÂNCIA DA PESAGEM DO GADO PARA O PRODUTOR

às
Nenhum comentário

A pesagem do rebanho é fundamental para a tomada de decisões, sendo a base do que chamamos de Pecuária de Precisão. Este termo é utilizado por haver uso de tecnologia e informação para maior produtividade e rentabilidade.

Monitorar o peso é fundamental para identificar o momento ideal de venda do animal para o abate, melhor hora para o acasalamento e acompanhamento da saúde do gado, já que perdas de peso podem estar associadas a doenças ou problemas alimentares.

Muitas vezes os produtores optam por venderem seu gado por cabeça do que por quilo, por não saberem com certeza o peso dos animais, e para garantir a sua margem de lucro vendem por cabeça, o chamado “a olho”. Por um lado os pecuaristas garantem sua margem e aquele determinado valor, mas muitas vezes os animais podem pesar mais do que imaginam, mas como não tem uma balança na propriedade, os pecuaristas não arriscam em vender por quilo, chamado “na balança”. Sem contar que teriam que pedir balança emprestada para vizinho ou pesar a tara do caminhão antes em algum engenho ou cooperativa de grãos, e depois pesar a carga toda, causando um certo desconforto e mão de obra. E sempre tem aquele produtor que gosta de saber o peso individual de cada animal, por curiosidade ou até mesmo para saber qual raça teve mais ganho de peso.

Além disso, é possível avaliar outros aspectos como:

– Potencial de produção da pastagem
– Índice de desenvolvimento do animal
– Indicadores econômicos do rebanho
– Realizar seleção para melhoramento genético

Nota-se que o conhecimento sobre o peso do animal é essencial para a tomada de decisões. Um animal que não ganha peso de forma adequada pode ser facilmente identificado durante o processo de pesagem, possibilitando a mudança da dieta do animal.

Ou então, animais que não possuem desempenho satisfatório podem ser levados diretamente para o abate, evitando que o pecuarista tenha maiores custos com a alimentação e o confinamento.

Para um país como o Brasil, um dos maiores produtores de gado do mundo, dispor de tecnologia no campo é cada vez mais fundamental para o aumento da produtividade, otimização dos processos e redução de custos.

Nesse contexto, a utilização da balança como um método de pesagem e gestão simplificado é uma medida para a introdução de tecnologia na propriedade, tendo em vista que muitos produtores ainda não possuem balanças ou troncos de contenção na fazenda.

O equipamento não serve apenas para pesar o gado no momento da venda. Outras utilidades de se ter uma balança na propriedade são:

– Conferir o peso de vacas e novilhas para inseminação artificial
– Controlar o ganho de peso individual do gado para o controle de abate
– Controlar o peso de bezerros ao nascer e na desmama
– Conferir o peso do bovino para cálculo de dosagem de medicamentos
– Pesagem para cálculo de rações

Apesar de ser um bom investimento, grande parte das propriedades rurais não possuem acesso a uma balança de pesagem de bovinos e nem usam de outras tecnologias, como  aplicativos para pesagem bovina.

Muito disso está associado ao investimento inicial em uma balança, que pode variar de R$6.000,00 a R$30.000,00, dificultando o acesso de pequenos e médios produtores a este equipamento.

Como consequência, o “olhômetro” ainda é adotado em boa parte das fazendas brasileiras para calcular o peso do rebanho, e muitos dos produtores hesitam em realizar a pesagem do rebanho com métodos de precisão. Alguns simplesmente não acreditam que existem vantagens em levar os animais para o curral somente para pesá-los.  

A introdução de novas tecnologias no meio rural é positiva, especialmente aquelas que se atentam para as diferenças existentes na pecuária nacional, pois convivem no campo produtores profissionais modernos, focados no mercado externo, com pecuaristas tradicionais.

As novas tecnologias simplificadas vêm para auxiliar o produtor na profissionalização do seu sistema de produção da carne, facilitando a gestão das suas propriedades e a comunicação com outros pecuaristas e profissionais da indústria agropecuária. Quem não se atualizar para mudar a forma de trabalhar vai estar cada vez mais fora do mercado.

Alertamos que não basta apenas coletar informações sobre o peso do gado, é preciso saber usá-las corretamente. É nesse contexto que o sistema manejo inteligente foi desenvolvido para auxiliar o produtor a interpretar os dados coletados, tornando a sua rotina em manejo de precisão. Dessa forma, aspectos relacionados ao bem-estar animal e às questões ambientais também serão levados em conta pelos agropecuaristas.

Existem vários métodos de pesagem menos tecnológicos como a fita, por exemplo. No entanto não permite eficiência na pesagem dos animais, principalmente no controle de rendimento e tomada de decisões de forma automática e inteligente. 

  Por Cristiano Cavalheiro