(41) 3122-2091 (51) 9-9920-7592

Vale a pena plantar Tifton 85 ou Jiggs?

às
Nenhum comentário

Os capins Tifton 85 e Jiggs apresentam características produtivas semelhantes, mas o perfilhamento do capim-Tifton 85 é maior, o que pode aumentar a persistência dessa gramínea em sistemas de pastoreio intensivos, podendo aguentar mais o pisoteio. O capim-Jiggs por sua vez apresenta características nutricionais pouco mais desejáveis para a nutrição animal do que o capim-Tifton 85. Alguns criadores de ovinos notaram que as ovelhas gostaram um pouco mais do Jiggs, é mais palatável para ovinos, pois as ovelhas ficavam  mais tempo em cima dele. Embora existam diferenças entre os dois capins, as características mencionadas tornam essas forrageiras excelentes opções para a introdução em sistemas pecuários. O fornecimento das formulações NPK 20-10-10 e 08-28-16 é indicado para o cultivo dos capins Tifton 85 e Jiggs por aumentar a produção de massa e melhorar a qualidade nutricional das forrageiras, mas sempre faça uma análise de solo antes de adubar, para cada tipo de solo e região existe um tipo de adubo, formulação e dosagem, ainda mais se o produtor usou adubação orgânica. No comércio nem sempre é fácil de encontrar certas formulações de adubo. Porém, é sabido que o fornecimento de formulações NPK não é suficiente para aumentar e/ou manter a eficiência produtiva e qualidade nutricional de gramíneas forrageiras por longos períodos de tempo quando os demais macro e micronutrientes não são fornecidos em quantidades adequadas. Adubação orgânica tem efeito mais prolongado que a química, porém a química age mais rápido, dando aquela puxada na planta.

Fomos até um viveiro de mudas de Tifton 85 e Jiggs, para buscar algumas informações relevantes para vocês, onde o proprietário Alex e sua esposa trabalham fazendo mudas de qualidade, e também realizando o plantio para os pecuaristas, Alex diz que faz o serviço sob agendamento, devido a grande demanda pelas duas pastagens. Uma das coisas que Alex pede é o preparo do solo bem feito, sem torrões, como se fosse fazer uma lavoura de arroz antigamente, a terra bem esfarelada, assim eliminando qualquer tipo de grama que possa estar enraizada, e possa vir competir com a pastagem. Também recomenda usar herbicida pré emergente, para controlar qualquer planta que possa nascer até que a pastagem feche, e cubra o solo totalmente.

É importante antes do plantio realizar análise de solo da área, para fazer as correções e adubações devidas, assim a pastagem ganha força para cobrir o solo com mais rapidez e não deixar as plantas daninhas ou gramas indesejáveis se criar.

Esses dois capins são excelentes e suportam muitos animais por hectare, mas tem que fazer tudo certo no início para que responda da forma satisfatória.

Fomos em algumas propriedades de clientes que possuem pastagem de Tifton para conhecer e saber o que eles dizem sobre.

O produtor rural e presidente do Sicredi centro leste Paulo Falcão tem 22 novilhos na engorda, em uma área de 3,5ha, e já plantou mais 5 hectares em outra área para aumentar sua capacidade de animais, Falcão diz estar muito satisfeito por produzir bastante em pouco espaço. Ele também começou a criar ovelhas, consorciado com os bovinos nessa área.

Outro cliente que visitamos foi o produtor rural Guilherme Besckow, que disse algo muito interessante, que antigamente precisava de 150 à 200 hectares para colocar a lotação que ele tem hoje em 15 hectares de área com Tifton 85.

Besckow criou o verão todo suas vacas com os terneiros, e quando desmamou, disse que teve dificuldade de vender as vacas para invernar pois estavam com quase 500kg, elas não perderam peso amamentando, disse.

100 vacas com cria ao pé em 15 hectares, passaram o verão todo, depois desmamou, ficou com os 100 terneiros desmamados e não perderam peso, e na entrada do inverno os animais foram para pastagem de azevém.

O produtor semeou azevém no meio do tifton, e criou mais 80 ovelhas parindo, e gordas.

Em agosto ele roçou o tifton, e fez uma adubação orgânica, de esterco de galinha, aplicou 400kg por hectare.

Curiosidade Alimento para Carpa-Capim

Foi descoberto por acaso, em área plantada na volta de açudes, que o tifton se alastrou por cima da água como grama boiadeira, comum em açudes, porém é uma pastagem de alta proteína para alimentar peixes como a Carpa-Capim.

A conclusão que temos é que os dois capins de Tifton 85 e Jiggs, são ótimos para intensificar a criação, aumentar lotação por hectare, e conseqüentemente aumentar o lucro para o pecuarista. Portanto sabemos que para aumentar a proteína bruta dos capins, precisa adubar de acordo com a análise de solo e de acordo com a variedade de cada capim. E quem, quer intensificar ainda mais, o ideal é fazer um sistema de irrigação.

Qualquer dúvida ou informações pode contatar nossa equipe através do site www.paginacampeira.com.br ou o Alex do Viveiro Oliveira (51) 9 9839-6953.

Texto: Cristiano Cavalheiro