(41) 3122-2091 (51) 9-9920-7592

Carne bovina: exportações brasileiras seguem ritmo forte, e podem superar as 200 mil toneladas em março

às
Nenhum comentário

Embarques da proteína in natura alcançaram 84,22 mil toneladas nos oito dias úteis do mês, o equivalente a uma média diária de 10,5 mil toneladas – volume 80,9% acima da média diária de março de 2021, segundo dados da Secex

As exportações brasileiras de carne bovina in natura registraram um bom desempenho nos primeiros oito dias úteis de março, alcançando 84,22 mil toneladas, o equivalente a um embarque médio diário de 10,5 mil toneladas, volume 80,9% acima da média diária de março de 2021 e 25,7% maior se comparado ao resultado médio de fevereiro deste ano, segundo dados divulgados nesta terça-feira (15/3) pelas empresas IHS Markit, Scot Consultoria e Agrifatto, que replicaram os números parciais da Secretaria de Comércio Exterior (Secex).

No acumulado das duas semanas de março (oito dias úteis), a receita média diária dos embarques atingiu US$ 61,5 milhões, uma alta de 129,4% em relação à média de março do ano passado.

Desta forma, relata a IHS Markit, as vendas externas da proteína bovina in natura no mês corrente consolidaram uma receita de US$ 492,49 milhões, o equivalente a 80% do montante arrecado em março/21 com as exportações.

O preço médio da tonelada de carne exportada ficou em US$ 5,84 mil, um acréscimo de 26,8% com relação ao valor registrado em março de 2021.

Segundo a IHS Markit, o Brasil tem fôlego para exportar um volume superior a 200 mil toneladas em março/22.

“As exportações podem atingir 221 mil toneladas, maior volume mensal da história”, estima a IHS.

“Seguindo esse ritmo atual, podemos encerrar o mês com mais de 200 mil toneladas exportadas”, ecoa a consultoria Agrifatto.

Fonte: Portal DBO

Itens relacionados