(41) 3122-2091 (51) 9-9920-7592

Lagartas resistentes à soja Bt

às
Nenhum comentário

Populações da lagarta-falsa-medideira (Rachiplusia nu) e da broca-das-axilas tem apresentado resistência ao Cry1Ac (soja Bt de primeira geração), problema que tem se agravado nesta safra 21/22. Duas estratégias são essenciais para que esse problema não se agrave nesta e nas demais safras.

1) Aplicação de inseticidas no momento certo
O uso indiscriminado de inseticidas na tentativa de controlar essas lagartas agravam o problema da resistência. Estudos indicam que inseticidas contra lagartas desfolhadoras devem ser aplicados apenas quando a desfolha for igual ou superior a 30% durante o estádio vegetativo da soja ou a 15% no estádio reprodutivo. Consulte a publicação no final do e-mail. Antes desse momento, os inseticidas são desnecessários e sua aplicação, além de elevar o custo de produção, elimina os insetos benéficos que são responsáveis por manter outras pragas em equilíbrio.

2) Uso do refúgio estruturado
A baixa adoção de área de refúgio estruturado é um fator responsável pela maior ocorrência desses insetos em soja Bt. O essencial é realizar o plantio de pelo menos 20% de refúgio estruturado (soja não Bt), semeado de forma que a distância de uma planta Bt de uma planta não Bt esteja dentro de no máximo 800 metros. Veja abaixo o esquema da área de refúgio em lavouras de soja.

Fonte: Embrapa

Itens relacionados